São Pedro da Afurada é um encanto no Porto!

É, depois de quase 2 meses ausente eu voltei! rs...
Nesse tempo eu fiquei 10 dias de férias e fiz aquilo que toda mulher deveria fazer um dia: viajar sozinha!
Reconheço que não fui "totalmente sozinha", fui até Portugal visitar uma amiga que está morando lá, mas o fato de pegar o avião sozinha, andar pelas ruas do Porto sem horários, comer na hora que te der fome e o que quiser é bom demais!
Não que eu não goste de viajar com o meu marido, ao contrário, eu amo e quero conhecer muitos lugares com ele, aliás, todos os lugares que eu ia eu já queria fazer ligação de vídeo pra mostrar pra ele, mas é importante termos essa individualidade e aproveitarmos nossa companhia, eu descobri que eu sou uma pessoa muito legal =) kkkkkk....

Além da experiência de viajar sozinha eu descobri lugares lindos na região do Porto e é isso que vim mostrar pra vocês!

O básico do Porto muita gente já sabe...conhecer Igrejas, Livraria Lello, Café Majestic, Torre dos Clérigos, Ponte Luis I, Vila Nova de Gaia, etc. Tudo isso eu fiz, saí andando igual uma louca pelas ruas do Porto observando e tirando foto de cada lugar famosinho, mas eu me encantei mesmo por São Pedro da Afurada!
São Pedro da Afurada é uma freguesia de Vila Nova de Gaia. Você vai até a Ponte da Arrábida, pega um barquinho (táxi) por 2 euros e desce em Afurada, não tem erro, é só atravessar o Douro!

Desci do barquinho e comecei a andar pelas ruas do bairro...e percebi que eu era uma estranha ali.

Muitas das casas - cobertas de azulejos -  estavam com suas portas abertas, tinham em sua frente roupas penduradas em varais de chão e sapatos nas portas. Na frente de algumas casas  tinham cadeiras e em outras tinham senhoras conversando.








Por se tratar de uma freguesia de pescadores quando o almoço está próximo as brasas começam a esquentar ali mesmo, na calçada, e sardinhas e outros peixes frescos começam a ser preparados!

Andei mais um pouco e cheguei ao Lavadouro Público. As mulheres da vila ainda lavam as roupas nesse lavadouro e colocam pra secar na frente do prédio, próximo aos barcos. É tudo muito rústico e fofo!







Como estava na hora do almoço voltei para experimentar o peixe na brasa e foi um dos salmões mais saborosos que já comi!




Após o almoço continuei andando pelo bairro e conheci a Dona Fátima - que nasceu e foi criada em Afurada - e que me disse que conhece todo mundo ali. São todos amigos e é um lugar muito seguro por conta disso.
Ela estava colocando a roupa pra secar em frente a sua casa e depois encontrei com ela indo buscar mais roupas lavadas para estender (ou seriam as roupas secas para guardar?).



Continuei andando e dessa vez eu fui subindo a colina, e me deparei com uma das vistas mais bonitas da viagem! E o mais legal de tudo isso? Eu só ouvia barulhos das gaivotas, dos meus passos e da minha respiração. Uma paz imensa! Só agradecia à Deus por estar vivendo aquele momento!



Desci de novo e fui embora, rumo à Vila Nova de Gaia. Voltei a pé pela margem do Rio Douro e continuei vendo imagens lindas que estão guardadas pra sempre, algumas na memória, e outras no rolo da câmera.






Beijos!
Gábi




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tatuagens pequenas, delicadas e com traço fino!

Lá em casa é assim - 3 programas de decoração preferidos

Lá em casa é assim | Bay Window

Lá em casa é assim - Terracota na decoração

3 pequenas coisas que alegram meu dia-a-dia!